Deixar a parte da Cutia

July 5, 2017

Brazil Placeholder
Brazil

Deixar a parte da Cutia

Sobre esta organização: 

Nome: Associação de Coletores(as) de Castanha-do-Brasil do PA Juruena

País: Brazil

Ano de fundação: 2012

Tipo de organização: Community-based association or organization / Legally recognized non-profit status

Descrição breve

A Cutia (Dasyprocta aguti) é o simbolo da ACCPAJ pela importância que ela representa para os coletores, pois é a principal disseminadora da espécie que garante o sustento das famílias. Em castanheiras que ainda não foram coletadas é facilmente observado a porção de frutos predados por elas. Por isso, uma parte de aproximadamente um terço é deixada para a alimentação da fauna. Esta prática raramente acontece quando os coletores não estão organizados, não tem nenhum vinculo com a propriedade ou não se identifica como extrativista, realizando a coleta quando os preços estão altos.

Elemento ambiental

Florestas / Vida selvagem

 Tipo de ação

Uso sustentável / Troca de benefícios / Consciencialização e educação

Elemento de desenvolvimento sustentável

Emprego e subsistência

Objetivo(s) de Desarrollo Sostenible Relacionado(s)

  

Impactos ambientais

Muitas clareiras são observadas nas trilhas percorrida pelos castanheiros e nelas podem ser observados o resultados da prática de deixar a parte das cutias, pelo surgimento de novas castanheiras. Essa regeneração é rara nos locais próximos a castanheiras de fácil acesso, essas geralmente tem seus frutos totalmente coletados.

Impactos de desenvolvimento sustentável

A coleta da castanha-do-brasil que era uma atividade de complementação de renda dos agricultores, atualmente tem se tornado a principal atividade. E diferente a modelo produtivo vigente, a pecuária, que necessita do desmatamento, o extrativismo da castanha-do-brasil necessita da floresta conservada, sendo considerada como uma atividade de baixo impacto ao meio ambiente.

Redimensionabilidade

A associação pode se expandir à escala nacional trabalhando em rede de economia solidária com outros grupos de agricultores que trabalham com produtos da sociobiodiversidade.

Reprodutibilidade

Em todos os Biomas brasileiros tem potencial para atividades produtivas extrativistas, a organização e desenvolvimento de grupos como a ACCPAJ podem ser facilmente replicados em comunidades que tenha um produto disponível e abundante. Inicialmente pode servir como complementação de renda, mas dependendo do nível de organização, pode agregar valor e se tornar a principal fonte de renda de muitas famílias

Compartilhe esta solução:

 


 

Equator Blog

About Equator Initiative 

Contact Us

Follow Us: